Ao serviço da nossa freguesia há 33 anos. Inicialmente na rua de Santa Marta, hoje na rua Rodrigues Sampaio 21A, a Farmácia Morais Sarmento funciona como uma família que apoia e ajuda todos aqueles que aqui entram.

“Às vezes a farmácia funciona como um confessionário. Os problemas que as pessoas têm a nível de saúde, profissional vêm aqui antes de irem ao médico. E mediante o diagnóstico aconselhamos as pessoas. Estamos aqui há muitos anos, conhecemos muita gente. Estamos ao serviço desta freguesia”. Quem o afirma é Helena Pedro, Diretora Técnica da Farmácia Morais Sarmento que comprou esta farmácia, um sonho profissional realizado no ano de 1989.

“Era um sonho que eu tinha. Sempre gostei do campo da saúde. Pensei ir para medicina, mas conciliar medicina com os filhos era impossível. Achei que farmácia era um campo possível e continuava ligada à saúde”.

Helena Pedro, tem agora na filha, Raquel Pedro, a possibilidade de continuar e de inovar o seu trabalho.

“Acompanhei a evolução da farmácia que a minha mãe adquiriu. Quando comecei a acompanhar a minha mãe, não existiam os sacos de plástico, os medicamentos eram embrulhados em folhas de papel e era eu que fazia esses embrulhos, muito orgulhosa. Este foi o meu primeiro trabalho, aos 12 anos”.

A segunda geração a continuar o trabalho de ajuda ao próximo bem como a introdução das novas tecnologias, como explica Raquel Pedro.

“Esta nova geração de médicos e de farmacêuticos está a mudar o prisma da saúde no sentido da prevenção com vacinas e antes que as coisas apareçam. Nesse sentido as farmácias também estão a mudar, incluindo já rastreios (colesterol, tensão arterial). Apostamos também na parte ecológica onde existe a ValorMed que faz todo o tratamento do lixo do medicamento”.

A trabalhar em família e em equipa, na rua Rodrigues Sampaio 21A, aqui o papel é estar na linha da frente no que toca à oferta para a população. A funcionar de segunda a sexta das 9h às 19h30 e aos sábados das 9h às 13h.