Há 63 anos nesta mercearia, José Ribeiro começou como empregado a ganhar 100 escudos por mês.

“Sou de Armamar, vim para Lisboa com 13 anos para trabalhar. Comecei a trabalhar nesta mercearia porque já tinha o meu primo e na altura precisavam de um empregado”.

Por momentos recuamos no tempo, para uma altura em que tudo era vendido avulso e a Rua de São José era um supermercado a céu aberto. 

“Uma rua cheia de comercio, esta rua era um autêntico supermercado, o trânsito era ao contrário, as mulheres da rua vendiam tudo, queria um botão ou um parafuso encontrava”.

Estamos na rua de São José, nº172-174, na mercearia de José Ribeiro. Aqui o bacalhau era vendido demolhado e existiam máquinas para puxar o óleo e o azeite.

Aos 78 anos, esta tem sido a vida de José que tem nos seus vizinhos e clientes habituais a companhia diária.

Hoje são os clientes e os vizinhos a sua companhia num espaço onde podemos encontrar fruta, batatas, pão, queijo, vinhos, águas, produtos de limpeza e de higiene... no fundo aqui há de tudo.

A mercearia José Ribeiro está aberta de segunda a sexta das 8h às 19h e aos sábados das 8h às 13h, na rua de São José, nº 172-174.