+351 218 855 230     info@jfsantoantonio.pt
Lisboa:

Comunicados

MONTAGEM DA ASSEMBLEIA DE VOTO
PARA AS ELEIÇÕES LEGISLATIVAS


29 de janeiro de 2022, Ângelo Pereira, Vereador da Câmara Municipal de Lisboa, e o presidente da Junta de Freguesia de Santo António – Lisboa, Vasco Morgado, vão estar presentes durante a montagem da Assembleia de Voto na Freguesia de Santo António, no Stand de Automóveis C. Santos, na Rua da Escola Politécnica, 261, pelas 11 horas.
 
 
VOTAR EM SANTO ANTÓNIO É SEGURO

 

Nas Eleições Legislativas, a 30 de janeiro, e à semelhança das anteriores eleições, a Freguesia de Santo António – Lisboa tem vindo a redobrar as medidas de segurança, para que os fregueses possam exercer o seu direto de voto com confiança.
 
Desta forma, para estas eleições a freguesia vai disponibilizar doseadores com álcool gel para desinfeção das mãos à entrada e saída de cada secção de voto, bem como distribuir gratuitamente máscaras FFP2 e cirúrgicas a todos os eleitores que necessitem.
 
Para minimizar ajuntamentos no exterior, o trânsito estará condicionado na Rua da Escola Politécnica e na Rua de Santa Marta – assim, os eleitores poderão aguardar pela votação cumprindo a distância de segurança e ao ar livre.
 
Adicionalmente, todas as secções de voto estarão devidamente sinalizadas, quer através de totens que indicam os locais de voto, quer através de sinalética de cores no piso, que permite a rápida identificação do percurso a efetuar e a distância de segurança que deverá ser mantida. Para além disso, haverá uma ambulância com uma equipa de bombeiros em cada um dos três locais de voto da freguesia para apoiar os eleitores com mobilidade reduzida e facilitar o seu acesso à secção de voto.
 
Os cerca de 60 colaboradores da Freguesia de Santo António, devidamente identificados e com a proteção individual adequada, vão ajudar a garantir a higienização permanente das cabines de voto, bem como informar e encaminhar os cidadãos para o local de voto.
 
Além disto, a freguesia irá disponibilizar o transporte para o local de voto, mediante marcação, para todas as pessoas com dificuldade de locomoção e idosos.
 
Tudo para assegurar que #votareseguroemsantoantonio.
 
Secções de voto:
  • EPAL – Edifício Sede, na Avenida da Liberdade, 24
  • Universidade Autónoma de Lisboa – UAL, no Palácio dos Condes de Redondo, na Rua de Santa Marta, 56
  • Stand de Automóveis C. Santos, na Rua da Escola Politécnica, 261
 
Lisboa, 24 de janeiro de 2022

Para mais informações, não hesite em contactar:

Pedro Martins
Responsável pelo gabinete de Comunicação da Freguesia de Santo António
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

A Autoridade de Segurança Alimentar e Económica (ASAE) fará na próxima segunda-feira, 24 de janeiro de 2022, pelas 11h30, uma doação de 113 pares de sapatos à Mercearia Social VALOR Humano da Freguesia de Santo António – Lisboa, para que sejam distribuídos pelos fregueses beneficiários deste apoio. 

Pedro Portugal Gaspar, Inspetor Geral da ASAE, estará presente nesta entrega que decorre no âmbito das práticas de responsabilidade social da autoridade, das quais se destaca as doações de material apreendido e perdido a favor do Estado. Deste modo, os objetos capturados, em vez de destruídos, são entregues a instituições de cariz social que deles necessitem.

A nossa mercearia é um projeto único e diferente, exclusivamente dirigida aos cidadãos da freguesia com condições socioeconómicas sensíveis, onde é possível escolherem bens alimentares, vestuário, produtos de higiene pessoal, artigos de puericultura, entre outros.

Mercearia Social VALOR Humano: Calçada do Moinho de Vento, 3.

Lisboa, 21 de janeiro de 2022

 

Para mais informações:
Pedro Martins
Responsável pelo gabinete de Comunicação da Freguesia de Santo António
964 591 253

 

 

A Assembleia Municipal de Lisboa aprovou, ontem à tarde, dia 14 de dezembro de 2021, por maioria proposta da Freguesia de Santo António (Lisboa) de elevar Teatro de Revista a Património Imaterial da Humanidade (UNESCO).

A proposta não teve votos contra, embora o Partido Socialista e os Cidadãos por Lisboa tenham optado pela abstenção.

A Freguesia de Santo António, sendo a freguesia lisboeta com maior número de teatros, e também a casa do Parque Mayer, decidiu levar a votos na Assembleia Municipal de Lisboa a proposta de elevar o “Teatro de Revista” a Património Imaterial da Humanidade (UNESCO).

A proposta, levada por Vasco Morgado, no seu duplo papel de Presidente da Freguesia de Santo António e também de deputado municipal pelo PSD, teve larga aceitação na reunião da Assembleia Municipal de Lisboa, assim como também o tinha tido em sede de Assembleia de Freguesia.

"Tirem tudo ao alfacinha, mas não lhe tirem a Revista!" referiu Vasco Morgado na apresentação da recomendação à Assembleia Municipal de Lisboa, citando André Brun, humorista e escritor português do séc. XIX e cofundador da Sociedade Portuguesa de Autores. 

A sua intervenção, aplaudida por todos os setores, excetuando-se o Partido Socialista, incluía ainda uma recomendação à Câmara Municipal de Lisboa no sentido de considerar o Teatro de Revista como "atividade cultural representativa da cidade de Lisboa".

A proposta refere ainda a necessidade de a Câmara Municipal de Lisboa sensibilizar "os órgãos de soberania, em particular o Presidente da República, a Assembleia da República e o Governo, (…) para a importância desta candidatura".

O Teatro de Revista, enquanto género, nasceu em 1850 no "Teatro Gymnasio", pela mão de Francisco Palha e Latino Coelho, com espetáculos de curta carreira, até que em 1879 aparece autonomamente com a peça “Viagem à volta da parvónia”, da autoria de Guerra Junqueiro.

“O Teatro de Revista fixou-se no Parque Mayer no início do séc. XX” lembra o Presidente da Freguesia de Santo António, e “contou com artistas como Beatriz Costa, Palmira Bastos, Teresa Gomes, Vasco Santana, António Silva, Milú, Ribeirinho, Amália, Anita Guerreiro, João Villaret ou Laura Alves” e é, ainda hoje, “o tipo de Teatro que leva mais público às salas”.

“Penso que acima das ideologias ou posições políticas, devem estar sempre os interesses dos lisboetas e da cultura” declarou Vasco Morgado em relação à abstenção dos setores socialistas. “Não há maior riqueza para um país, do que um cofre cheio de cultura”.

Vasco Morgado lembrou ainda que a reabilitação do Parque Mayer está de novo em cima da mesa com a vitória da coligação NOVOS TEMPOS LISBOA nas últimas eleições autárquicas, que colocou o projeto da Freguesia de Santo António “Parque Mayer 2.0”- como parte integrante do seu programa eleitoral.

O mês de dezembro começa na Freguesia de Santo António com uma campanha amiga do ambiente e dos nossos canídeos.

Queremos reduzir o uso de plástico bem como mudar comportamentos no que respeita aos sacos de dejetos caninos. A Freguesia de Santo António, como muitas outras freguesias da cidade, fornecia esses sacos através de dispensadores instalados nos jardins.

“Verificávamos que as pessoas os usavam de forma irresponsável e para diferentes finalidades. Em substituição passaremos a fornecer gratuitamente sacos biodegradáveis que passam a ser entregues mensalmente nos polos de atendimento associado a canídeos registados na freguesia”, explica Vasco Morgado, Presidente da Junta da Junta de Freguesia de Santo António.

Caraterísticas dos sacos e dispensadores: 

Os sacos são grandes (22.5x33cm), fortes com aroma de menta fresca. São feitos de: PE plástico e aditivo D2W.

Os dispensadores portáteis de sacos de dejetos caninos são leves, encaixam na maioria dos fios. Feitos de pó de bambu, polipropileno, amido de milho, casca de farelo e cascas de arroz.

Uma solução ambientalmente responsável para reforçar comportamentos de consumo consciente, reduzindo o consumo de plástico como pretendemos promover o registo de canídeos na Freguesia de Santo António.

Uma campanha, limitada ao stock existente, que neste mês de dezembro pretende testar a adesão dos fregueses para dar continuidade no ano de 2022.

Desenvolvemos a campanha em parceria com o departamento de Ambiente Urbano e Sustentabilidade, Espaço Público e Secretaria Geral da Freguesia de Santo António.

  

 

 

Estamos a aproximar-nos a passos largos da época natalícia, já bem percetível nos anúncios de televisão, no comércio e daqui a dias, nas luzes de Natal que vão tomar conta da cidade. 
 
Este ano, a Freguesia de Santo António pretende iluminar o Natal não nas ruas, mas nas casas de quem (mais) precisa.
 
Os pedidos de ajuda têm vindo a crescer em diferentes áreas. Temos verificado um aumento exponencial no apoio para pagar a água, a luz, o gás, as rendas, a comida... E, apesar das ajudas vastamente distribuídas pela freguesia, com os normais programas de distribuição alimentar semanais, com a Mercearia Social Valor Humano a funcionar de segunda a sexta, e o Cabaz que, nesta altura do Natal, permite-nos chegar a mais de 649 famílias, todas elas mostram-se insuficientes para chegarmos a todos aqueles que nos têm procurado.
 
Por isso, e porque consideramos que a freguesia deve ajudar a cuidar dos seus, vamos canalizar as verbas das iluminações de natal para apoiar quem (mais) precisa.
 
É tempo de reforçar a solidariedade e o apoio de todos para com todos.

A Freguesia de Santo António reconheceu e aprovou, no dia 13 de setembro de 2021, o interesse cultural do “Teatro de Revista” e do “Parque Mayer” e pretende apresentar uma proposta em Assembleia Municipal para elaborar uma candidatura à UNESCO.
 
“Não há justificação para o teatro de revista não ser classificado como Património Cultural Imaterial da Humanidade”. Para o presidente da Junta de Freguesia de Santo António, Vasco Morgado, este é um “desejo antigo” e nada melhor do que “dar o pontapé de saída” com esta candidatura para que este deixe de ser visto como “um parente pobre do teatro”.
 
Para o autarca este género teatral é de extrema importância “na democracia e na literacia da população, uma vez que aborda temas da atualidade política, económica, social e religiosa. Em poucas horas o público ri, chora, canta... tudo representado, escrito e visto por portugueses. Não conheço nada mais completo do que este género”.
 
O Teatro de Revista, enquanto género autónomo, nasceu em 1850, no "Teatro
Gymnásio", pela mão de Francisco Palha e Latino Coelho. Em 1879 aparece a primeira revista que faz história - com a peça “Viagem à volta da parvónia”, que teve como autor Guerra Junqueiro.
 
Grandes nomes da cultura escreveram para a revista como daqui saíram personagens como Beatriz Costa, Palmira Bastos, Teresa Gomes, Vasco Santana, António Silva, Milú, Ribeirinho, Amália, Anita Guerreiro, João Villaret, Laura Alves, entre tantos mais que deram o seu contributo a este género teatral.
 
Vasco Morgado cresceu no mundo do teatro e pretende com esta candidatura devolver ao Parque Mayer, um dos poucos espaços no país onde se produz revista à portuguesa, a sua grandiosidade. “Urge rejuvenescer o Parque Mayer, reinventando-o, transformando-o, fazendo-o renascer. Aqui pretendo criar um teatro nacional de revista à portuguesa”.
 
O Parque Mayer deveria funcionar como um tubo de ensaio de uma experiência de ensino integrado onde a aprendizagem se cruza com a experiência, com a vivência. A intenção é deslocar para este espaço a Escola de Música do Conservatório Nacional, a Escola de Dança do Conservatório Nacional e a Escola Superior de Teatro e Cinema. Queremos um Parque Mayer para a cidade e para o mundo afinal não há maior riqueza para um país do que um cofre cheio de Cultura!
 
04 de outubro de 2021

Dada a aproximação das eleições autárquicas, a 26 de setembro, e à semelhança da anterior eleição presidencial, a Freguesia de Santo António tem vindo a redobrar as medidas de segurança, para que os fregueses possam exercer o seu direto de voto com confiança.

Desta forma, para estas eleições estarão alocados cerca de 60 colaboradores da Freguesia de Santo António, que irão garantir a higienização permanente de todos os espaços e o encaminhamento dos cidadãos no local de voto. Para minimizar ajuntamentos no exterior, o trânsito estará condicionado na Rua da Escola Politécnica e na Rua de Santa Marta – assim, os eleitores poderão aguardar pela votação cumprindo a distância de segurança.

Adicionalmente, todas as secções estarão devidamente sinalizadas, quer através de totens que indicam os locais de voto, quer através de sinalética de cores no piso, que permite a rápida identificação do percurso a efetuar e a distância de segurança que deverá ser mantida. Para além disso, haverá uma ambulância com uma equipa de bombeiros em cada um dos três locais de voto da Freguesia.

Tudo para assegurar que #votareseguroemsantoantonio.

Para mais informações, não hesite em contactar:

Pedro Martins
Responsável pelo gabinete de Comunicação da Freguesia de Santo António
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Nota: As montagens nos três locais de voto da freguesia (EPAL – Edifício Sede; Universidade Autónoma de Lisboa – UAL e Stand de Automóveis C. Santos) serão realizadas a
25 de setembro, a partir das 09h30.

O Cinema no Verão ao Ar Livre está de volta à Freguesia de Santo António, em Lisboa. De 6 a 28 de agosto, às sextas-feiras e sábados, o Parque Mayer recebe a sétima arte em sessões gratuitas para toda a família.

No primeiro fim de semana, 6 e 7 de agosto, poderá ver O Nosso Último Verão na Escócia (2014) e A Fabulosa Gilly Hopkins (2015), respetivamente. Já no segundo fim de semana iremos exibir os filmes Absolutely Anything – Uma Comédia Intergalática (2015), a 13 de agosto, e Ou Nadas ou Afundas (2018), a 14 de agosto.

A 20 e 21 de agosto damos lugar aos filmes Acerta o Passo (2017) e Hector e a Procura da Felicidade (2014), respetivamente. Por fim, no último fim de semana, projetamos Não Incomoda (2014), a 27 de agosto, e Quo Vado ou Já Foste (2016), a 28 de agosto.

As exibições terão lugar às 21h00 e a entrada é gratuita, limitada aos lugares existentes.

À semelhança de eventos anteriores, o Cinema no Verão ao Ar Livre cumpre um plano de contingência com medidas de segurança contra a Covid-19, nomeadamente: o local terá circuitos de entrada e saída controlados por um colaborador da organização e álcool gel à entrada; os lugares cumprem o distanciamento físico e a saída é efetuada por fila, num período alargado, para evitar aglomerados de pessoas; todo o material de plateia e divisões de segurança serão devidamente higienizados antes de cada sessão e os intervalos serão evitados, ou reduzidos ao mínimo indispensável.

Uma iniciativa da Freguesia de Santo António – Lisboa com o apoio da EGEAC e da EMEL.

Para mais informações, não hesite em contactar:

Pedro Martins
Responsável pelo gabinete de Comunicação da Freguesia de Santo António
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

De 12 a 16 de maio, a Freguesia de Santo António apresenta a exposição Centenário Laura Alves, no Cinema São Jorge.
Para além de várias fotografias, programas de espetáculos, cartazes e panfletos alusivos às peças e filmes em que participou, será possível ver alguns dos adereços utilizados pela atriz – como é o caso de uma das sapatilhas da opereta As Três Valsas, ou ainda o traje que usou na fantasia musical Melodias de Lisboa.
“A atriz Laura Alves nasceu, cresceu e fez grande parte da sua carreira onde hoje se encontra a Freguesia de Santo António. Desta forma, faz todo o sentido celebrar o seu centenário no Cinema São Jorge. Deixo o convite para que venham rever, ou até mesmo ver pela primeira vez, os filmes de Laura Alves, aproveitando para visitar a exposição que lhe dedicámos”, afirma Vasco Morgado, presidente da Junta de Freguesia de Santo António.
A exposição, que conta com o apoio do Museu Nacional do Teatro e da Dança, surge no âmbito do ciclo de cinema organizado pelo Cinema São Jorge – EGEAC, com o apoio da Cinemateca Portuguesa – Museu do Cinema.

A partir desta quarta-feira, a Freguesia de Santo António é a primeira do país a emitir atestados de residência que impedem qualquer tipo de falsificação, graças a um estacionário emitido especificamente para o efeito pela Imprensa Nacional – Casa da Moeda (INCM). Este é produzido em papel com marca de água exclusiva da INCM, com impressão de elementos de segurança a duas cores e com a aplicação de um holograma.

O holograma permite verificar a autenticidade dos documentos através da variação de cores conforme o ângulo de visão, mas também com recurso a equipamentos de ampliação reduzida. O método de aplicação do holograma garante ainda que qualquer tentativa de remoção resulte na destruição do documento.

“O bem-estar dos nossos fregueses, principalmente a sua segurança, é a nossa prioridade na Freguesia de Santo António. Com a verificação de casos de falsificações de atestados de residência, não podíamos deixar de adquirir este estacionário, que foi criado em conjunto com a entidade mais competente para o efeito. Desta forma, garantimos que as identidades dos nossos fregueses não são usurpadas”, afirma Vasco Morgado, presidente da Junta de Freguesia de Santo António.

A imagem holográfica que passará a constar nos atestados de residência da Freguesia de Santo António está registada em nome da INCM na International Hologram Manufacturers Association (IHMA), a única entidade deste tipo na Península Ibérica.

 

Para mais informações, não hesite em contactar com:

Pedro Martins
Responsável pelo gabinete de Comunicação da Freguesia de Santo António
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

A Freguesia de Santo António, em Lisboa, recebeu o Prémio Autarquia do Ano nas subcategorias de Medidas Covid-19, Consciencialização Política e Literatura. Em causa estiveram a campanha “Os Super-Heróis do dia-a-dia” e os projetos “Notícias Bússola” e “Programa da Biblioteca Arquiteto Cosmelli Sant’Anna (BACS)", respetivamente.

“Este prémio deixa-nos muito orgulhosos porque vem reconhecer o trabalho das equipas da Freguesia de Santo António, que nunca baixaram os braços face à adversidade da pandemia”, declara Vasco Morgado, presidente da Junta de Freguesia de Santo António.

A campanha “Os Super-Heróis do dia-a-dia” teve o intuito de reconhecer o trabalho dos colaboradores da Freguesia de Santo António durante a quarentena. Por forma a honrar o esforço destas equipas, foi realizada uma campanha de comunicação em suportes físicos e digitais – através de um vídeo, publicações nas redes sociais e um calendário – que foi replicada por 35 órgãos de comunicação social, nacionais e estrangeiros, de sete países – Portugal, Brasil, Malásia, Japão, Reino Unido, Estados Unidos da América e Espanha.

Já o "Notícias Bússola" surgiu no âmbito de dotar os mais jovens de capacidade crítica e autonomia, através da criação de um noticiário televisivo sobre os acontecimentos da Freguesia. Inserido nas atividades extracurriculares do Projeto Bússola – um centro de atividades da freguesia –, os jovens dos dez aos 14 anos adquirem conhecimentos jornalísticos, que lhes dão ferramentas para produzir um pequeno noticiário. O resultado final é publicado posteriormente nas redes sociais da Freguesia de Santo António.

Por fim, o "Programa BACS" dinamiza mensalmente atividades literárias para miúdos e graúdos. Sejam sessões de leitura ou atividades científicas, o saber não ocupa lugar nesta biblioteca, que organiza cinco tipos de atividades: Canto do Conto, Ciência na BACS Júnior, Contos com Memória, Clube de Leitura e a tertúlia literária 1 livro, 1 cientista – que já contou com a presença do virologista Pedro Simas, da bióloga marinha Ana Pêgo e ainda do astrofísico João Lin Yun.

Para mais informações, não hesite em contactar com:

Pedro Martins
Responsável pelo gabinete de Comunicação da Freguesia de Santo António
Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Para celebrar o Dia Mundial do Teatro, a 27 de março, a Freguesia de Santo António, em Lisboa, irá renomear as suas ruas com nomes de vários artistas portugueses ligados a esta arte. A Avenida da Liberdade, por exemplo, será renomeada como “Casa do Artista – Apoiarte”, por forma a dar visibilidade a esta causa.

“Honra-nos muito este gesto da Freguesia de Santo António nos nomear na avenida mais nobre da cidade. Mostra um enorme respeito e homenagem não só à Apoiarte e aos seus artistas, como também a todos os artistas portugueses” afirma Luís Aleluia, membro da direção da Casa do Artista – Apoiarte.

Ao todo serão renomeadas 130 ruas da freguesia, com uma toponímia especial colocada abaixo das placas já existentes. Os novos nomes não substituem os atuais, pretendendo ser apenas uma forma de homenagear os nossos artistas durante uma semana. O trabalho será realizado na noite de 26 de março, para que esta freguesia bem no coração de Lisboa acorde no dia seguinte em espírito de celebração.

Em anos anteriores, a cerimónia “Um Brinde ao Teatro” enchia o Passeio da Fama, na Praça da Alegria, – a calçada com vários nomes de artistas portugueses – com as figuras mais ilustres do teatro nacional. Dada a situação da pandemia por Covid-19, o evento será realizado numa outra altura, assim que for possível.

“A Freguesia de Santo António é a Freguesia dos Teatros – aliás foi precisamente nestes teatros que cresci, aprendi e convivi durante vários anos. Apesar da pandemia, não podíamos deixar de prestar homenagem a esta arte que, mais do que nunca, precisa de todo o nosso apoio”, afirma Vasco Morgado, presidente da Junta de Freguesia de Santo António.

Consulte as ruas que serão renomeadas e os artistas que lhes darão vida através do documento que deixamos no link.

Para mais informações, não hesite em contactar com:

Pedro Martins
Responsável pelo gabinete de Comunicação da Freguesia de Santo António

Este endereço de email está protegido contra piratas. Necessita ativar o JavaScript para o visualizar.

Esta quarta-feira, 10 de fevereiro, a Freguesia de Santo António deu início à entrega de cerca de 200 edredões pelos seus fregueses e moradores.

A entrega foi motivada pelo facto de os próprios fregueses terem reportado a falta de condições económicas para suportar as contas de aquecimento, uma situação verificada não só na casa dos mais idosos, mas também em pessoas mais novas com filhos, que perderam os seus rendimentos por causa da pandemia.

“Na Freguesia de Santo António estamos atentos às necessidades dos nossos fregueses e não podíamos ficar indiferentes a esta situação. Nesta entrega demos prioridade a famílias com crianças, tendo sempre em conta o número de elementos e características do agregado familiar”, afirma Vasco Morgado, presidente da Junta de Freguesia de Santo António.

Desta forma, a Freguesia espera proporcionar algum conforto aos seus fregueses nesta altura tão difícil.

A pandemia por Covid-19 que o país e o mundo enfrentam trouxe inúmeros desafios para as famílias.
 
As crianças, que de uma forma geral se adaptam facilmente a mudanças, começam a sentir cada vez mais dificuldades em acompanhar as aulas à distância. Nesse sentido, considerámos necessário criar recursos que permitam um apoio efetivo aos alunos que precisam de um reforço nas aprendizagens.
 
Uma vez que as aulas à distância condicionam o processo de ensino e aprendizagem a vários níveis, a Freguesia de Santo António, em Lisboa, delineou um Projeto Educativo para dar resposta às fragilidades sentidas pelos alunos.

“Cada criança e jovem aprende de forma diferente e, por vezes, um apoio extra é o suficiente para fintar a desigualdade”, afirma Vasco Morgado, presidente da Junta de Freguesia de Santo António.

Este Projeto assume-se sob a forma de um apoio educativo extracurricular, que será ministrado por professores qualificados nas áreas de Português, Matemática e outras disciplinas que os diretores de turma apontem como necessárias para os alunos.

O projeto será aplicado de forma não presencial e é dirigido aos alunos da Freguesia de Santo António que frequentam o 1.º, 2.º e 3.º ciclos para que possam ter um apoio personalizado e adequado às suas necessidades escolares.

O principal objetivo passa por mitigar as consequências da interrupção do ensino presencial e, mais do que isso, garantir que os jovens da freguesia têm todas as condições necessárias para aprender de forma segura.

Em Santo António não confinamos o amor. Este ano bailamos em casa.

Porque a Freguesia de Santo António não desiste de apoiar a cultura, nem de estar presente para os seus fregueses, o tradicional Baile de São Valentim, que já vai na sua oitava edição, será transmitido em streaming nas páginas de Facebook e Youtube da Freguesia. A 13 de fevereiro, às 21h00, a banda "The Jukeboxers" fará chegar os sons dos anos 50, 60 e 70 a casa dos fregueses e de todos aqueles que quiserem ter um serão diferente.

Nesta altura, também o apoio à restauração da Freguesia não foi esquecido – o dia de São Valentim serve de mote a um desafio, onde os fregueses e moradores da Freguesia de Santo António podem receber a um jantar romântico para duas pessoas a 14 de fevereiro. As condições do mesmo encontram-se explanadas através do link.

Num ano em que todos precisamos de afetos, vamos manter o espírito enamorado de São Valentim na Freguesia de Santo António de forma segura.

Multiplicação de meios, desinfeção permanente dos espaços e distribuição de uma caneta por eleitor

Reconhecendo a importância das próximas eleições presidenciais, e para que decorram com a maior normalidade e segurança possíveis, a Freguesia de Santo António – Lisboa tomou medidas redobradas, para que os nossos fregueses possam votar com confiança.

Se em outros anos o ato eleitoral na Freguesia requeria oito funcionários de apoio de retaguarda, para esta eleição presidencial estão alocados 60 funcionários de apoio, dada a necessidade de cumprir com todas as regras da Direcção-Geral da Saúde. Para além disso, a Freguesia vai proceder à higienização permanente de todos os espaços e ao encaminhamento dos cidadãos no local de voto. As cabines de voto serão desinfetadas sempre que um cidadão proceder à votação, sendo que à entrada será distribuída uma caneta a cada eleitor, para evitar a partilha de objetos.

Para minimizar ajuntamentos no exterior, todas as secções estarão devidamente sinalizadas, quer através de totens que indicam os locais de voto, quer através de sinalética de cores no piso, que permite a rápida identificação do percurso a efetuar e a distância de segurança que deverá ser mantida. Para além disso, haverá uma ambulância com uma equipa de bombeiros em cada um dos três locais de voto da Freguesia.

No dia da eleição, a 24 de janeiro, os fregueses podem esclarecer as suas dúvidas não só nos postos de atendimento da Freguesia, como também através do WhatsApp Santo António, com o número 933 103 103, por forma a minimizar o risco de contágio.

Tudo para assegurar que #votareseguroemsantoantonio.

A Freguesia de Santo António, em Lisboa, já está presente numa plataforma que irá facilitar ainda mais a comunicação com os seus fregueses.

Através do Whatsapp Santo António, com o número 933 103 103, os fregueses podem colocar questões e reportar ocorrências no espaço público da Freguesia – seja um buraco na calçada ou a limpeza de uma rua, assim que a ocorrência é reportada na plataforma esta é imediatamente transmitida ao serviço responsável pela sua resolução, para que os fregueses possam ter uma resposta o mais eficaz possível.

Esta plataforma funciona através de duas opções: um assistente virtual, que funciona 24h por dia, 365 dias por ano, e operadores, com um horário de atendimento pré-definido.

Desta forma, o assistente virtual permite: reportar ocorrências do espaço público integrado com a nossa Central de Gestão de Ocorrências, informando posteriormente o freguês da sua resolução; consultar informações; realizar sondagens e pesquisas online; emitir relatórios relativos a inquéritos e sondagens; conhecer os serviços e projetos disponíveis na Freguesia; ler as notícias e Magazines de Santo António e consultar a agenda de eventos a decorrer na Freguesia.

Questões mais específicas, como a marcação de reuniões ou outras informações não contempladas pelo assistente virtual, são tratadas com um operador humano, que promove uma resposta mais individualizada às questões dos utilizadores.

O WhatsApp Santo António permite ainda que os fregueses subscrevam o envio de mensagens com informações úteis, sejam elas relacionadas com recomendações sobre o coronavírus, orientações de contingência, ou ainda avisos de proteção civil, por exemplo.

No fundo, esta plataforma pretende cumprir dois grandes objetivos da Freguesia de Santo António: facilitar e estimular a participação cívica na comunidade e estar mais próxima dos seus fregueses, melhorando a sua qualidade de vida.

A partir de janeiro do próximo ano, a Freguesia de Santo António – Lisboa terá um serviço de apoio psicológico no âmbito da saúde mental. Este pretende dar resposta aos pedidos de apoio psicológico que têm surgido por parte dos fregueses, que aumentaram com a atual conjetura da pandemia por COVID-19.

Este gabinete será integrado no Projeto Farol que, desde 2018, presta apoio e acompanhamento psicológico a crianças e jovens com necessidades educativas especiais.

A sinalização dos casos que possam precisar deste tipo de apoio será feita pelos vários projetos de ação social da Freguesia, que conhecem a população e mantém um contacto diário com a mesma. Posteriormente, o gabinete de apoio psicológico, que contará com duas psicólogas e uma enfermeira, fará uma primeira avaliação gratuita. Consoante esta primeira avaliação os fregueses serão encaminhados para entidades parceiras, sendo que o pagamento das consultas será adequado de acordo com a situação económica dos fregueses.

“Tornou-se urgente a criação de uma resposta integrada, comunitária e acessível a todos. É necessário que a saúde mental deixe de ser vista como o parente pobre da saúde. Desta forma, criámos um serviço de apoio psicológico acessível a todos os fregueses, que permite avaliar e ajustar as necessidades de intervenção a cada problemática”, afirma Vasco Morgado, presidente da Junta de Freguesia de Santo António.

Este projeto vem juntar-se a outras iniciativas inovadoras de cariz social criadas pela Freguesia de Santo António, numa lógica de apoio à população. Destas são exemplo o Vassouras & Companhia, que desde 2012 presta auxílio aos fregueses com mais de 65 anos, e o Espaço Júlia, uma resposta integrada de apoio à vítima de violência doméstica.

A Freguesia de Santo António, em Lisboa, já está presente na aplicação Descubra Portugal, uma plataforma que permite ao utilizador consultar os melhores locais para comer, dormir, comprar e visitar de uma determinada zona. Desta forma, esta é a primeira Freguesia a estar presente na aplicação.

Numa altura em que se torna necessário, mais do que nunca, apoiar o comércio local, a aplicação reúne todas as lojas, restaurantes, cafés, pastelarias e hotéis da Freguesia, numa lista atrativa e de fácil consulta por parte do utilizador. Numa vertente mais cultural, é ainda possível pesquisar pelos museus e igrejas da zona, para além da agenda de eventos a decorrer na área da Freguesia.

A aplicação Descubra Portugal está disponível para Android e iOS. Depois de descarregada, basta selecionar a opção Santo António para descobrir o melhor que a Freguesia bem no coração de Lisboa tem para oferecer.

Em setembro, a Freguesia de Santo António, em Lisboa, retoma o Programa Cultural “Confiança e Diversidade”, que tem como principal objetivo apostar e apoiar os agentes culturais.

O programa organizado pela Freguesia inclui sessões de jazz do Hot Clube de Portugal, uma sessão de fado em homenagem ao centenário do nascimento de Amália Rodrigues, com fados interpretados pela fadista Mel, e ainda uma atuação de cabaret do grupo “Suzie and the Boys”. Todos os espetáculos irão cumprir com regras de contingência, para que se possa estabelecer a confiança com o público. A entrada é gratuita e limitada aos lugares existentes, não sendo possível fazer reservas de lugar.

Para o presidente da Freguesia de Santo António, Vasco Morgado, o mais importante é que “os fregueses tenham acesso à cultura de forma segura, sempre tendo em atenção as normas da Direção-Geral da Saúde. E que a confiança seja restabelecida tanto nos nossos fregueses como nos nossos artistas, porque a cultura não quer viver de esmolas, quer viver de trabalho”.

Consulte abaixo a programação e as medidas de prevenção e controlo do evento.

 

Jazz na Praça

Jardim Alfredo Keil, Praça da Alegria, a 6, 13, 20 e 27 de setembro, às 18h00.

6 de setembro, às 18h00:

Marta Garrett: Voz e ukelele;

João Pedro Coelho: Teclado;

António Quintino: Contrabaixo;

Luís Candeias: Bateria.

 

13 de setembro, às 18h00:

Pedro Felgar: Bateria;

Francisco Brito: Contrabaixo;

Óscar Graça: Teclado;

Luís Cunha: Trompete.

 

20 de setembro, às 18h00:

Nuno Costa: Guitarra;

André Rosinha: Contrabaixo;

Feodor Bivol: Guitarra;

Bruno Pedroso: Bateria.

 

27 de setembro, às 18h00:

Margarida Campelo: Teclado e voz;

Bruno Pernadas: Guitarra;

João Fragoso: Contrabaixo;

João Pereira: Bateria.

 

Jardins de Fado

Jardim Marcelino Mesquita, Praça das Amoreiras, a 19 de setembro, às 17h00.

Espetáculo de homenagem a Amália Rodrigues no centenário do seu nascimento, com fados interpretados pela fadista Mel.

 

Cabaret sonoro com “Suzie and the Boys”

Jardim Alfredo Keil, Praça da Alegria, a 27 de setembro, às 19h30.

O cabaret sonoro de “Suzie and the Boys”, que inclui blues e ritmos latinos típicos das décadas de 50 e 60 do século XX, promete-nos transportar para a boémia de outros tempos. O grupo é composto por oito músicos, com Miss Suzie na voz, Tiago Santos na guitarra, Nuno Sarafa na bateria, Monfrancesco no baixo, Fausto Ferreira no piano, Hugo Menezes na percursão, Nuno Reis no trompete e Zé Andrade no saxofone.

 

Medidas de prevenção e controlo do evento

Do conjunto de medidas de contingência preparados para os eventos organizados pela Freguesia de Santo António, referimos que: todas as atuações serão ao ar livre, com espaços delimitados em locais específicos; as entradas e saídas têm circuitos próprios, sendo feitas com a ajuda de um colaborador da organização, que controla o acesso aos recintos; a saída da plateia é efetuada fila por fila, e o período de entradas e saídas é alargado, para que possa ser desfasado e cumpra com as regras de distanciamento; o palco garante uma distância mínima de pelo menos dois metros entre a boca de cena e a primeira fila de espetadores, sendo que os lugares estão previamente identificados e com o respetivo distanciamento; todo o material de plateia e divisões de segurança são higienizados e os intervalos serão evitados ou reduzidos ao mínimo indispensável. Acrescentamos ainda que os recintos onde decorrem os espetáculos são desinfetados no final dos mesmos.

MAGAZINE SANTO ANTÓNIO

Search