A Freguesia de Santo António reconheceu e aprovou, no dia 13 de setembro de 2021, o interesse cultural do “Teatro de Revista” e do “Parque Mayer” e pretende apresentar uma proposta em Assembleia Municipal para elaborar uma candidatura à UNESCO.
 
“Não há justificação para o teatro de revista não ser classificado como Património Cultural Imaterial da Humanidade”. Para o presidente da Junta de Freguesia de Santo António, Vasco Morgado, este é um “desejo antigo” e nada melhor do que “dar o pontapé de saída” com esta candidatura para que este deixe de ser visto como “um parente pobre do teatro”.
 
Para o autarca este género teatral é de extrema importância “na democracia e na literacia da população, uma vez que aborda temas da atualidade política, económica, social e religiosa. Em poucas horas o público ri, chora, canta... tudo representado, escrito e visto por portugueses. Não conheço nada mais completo do que este género”.
 
O Teatro de Revista, enquanto género autónomo, nasceu em 1850, no "Teatro
Gymnásio", pela mão de Francisco Palha e Latino Coelho. Em 1879 aparece a primeira revista que faz história - com a peça “Viagem à volta da parvónia”, que teve como autor Guerra Junqueiro.
 
Grandes nomes da cultura escreveram para a revista como daqui saíram personagens como Beatriz Costa, Palmira Bastos, Teresa Gomes, Vasco Santana, António Silva, Milú, Ribeirinho, Amália, Anita Guerreiro, João Villaret, Laura Alves, entre tantos mais que deram o seu contributo a este género teatral.
 
Vasco Morgado cresceu no mundo do teatro e pretende com esta candidatura devolver ao Parque Mayer, um dos poucos espaços no país onde se produz revista à portuguesa, a sua grandiosidade. “Urge rejuvenescer o Parque Mayer, reinventando-o, transformando-o, fazendo-o renascer. Aqui pretendo criar um teatro nacional de revista à portuguesa”.
 
O Parque Mayer deveria funcionar como um tubo de ensaio de uma experiência de ensino integrado onde a aprendizagem se cruza com a experiência, com a vivência. A intenção é deslocar para este espaço a Escola de Música do Conservatório Nacional, a Escola de Dança do Conservatório Nacional e a Escola Superior de Teatro e Cinema. Queremos um Parque Mayer para a cidade e para o mundo afinal não há maior riqueza para um país do que um cofre cheio de Cultura!
 
04 de outubro de 2021