O apelo foi deixado pelo Presidente da República no dia em que visitou, pela primeira vez, o projeto ESPAÇO JÚLIA – RIAV: Resposta Integrada e Apoio à Vítima, sedeado na Freguesia de Santo António.
 
Marcelo Rebelo de Sousa agradeceu, no Dia Internacional pela Eliminação da Violência Contra as Mulheres, o trabalho cooperante e dedicado por parte da Freguesia de Santo António, do Comando Metropolitano de Lisboa da Polícia de Segurança Pública e do Centro Hospitalar Universitário de Lisboa Central (CHULC).
 
“Estes dias servem para recordar problemas muito concretos e de pessoas que sofrem. Por isso eu queria agradecer-vos muito esta devoção, porque isto é um trabalho de devoção e apaixonante. Isto é muito difícil com tudo aquilo que exige uma doação integral das vossas vidas”.
 
A funcionar 365 dias por ano, 24 horas por dia, desde 2015, o “Espaço Júlia tem vindo adaptar a sua missão conforme as necessidades que surgem diariamente”. Tal como explicou o Presidente da Freguesia de Santo António, Vasco Morgado, que reforçou “a necessidade de pelo menos mais quatro espaços como este na cidade de Lisboa”.
 
O nome “Júlia” surge como homenagem a Júlia Santos de 77 anos que vivia com o marido há mais de trinta anos na Rua Luciano Cordeiro. Os vizinhos descreviam-nos como um casal sossegado, sem nunca “quererem meter a colher“. Após, 40 anos de casamento, no dia 25 de setembro de 2011, Júlia passou a fazer parte de mais um número da estatística de mulheres assassinadas, como vítima de violência doméstica.
 
Foram apresentados dados no âmbito da prevenção e combate à violência doméstica, como por exemplo o número de casos desde a abertura do Espaço Júlia.

Mês

           

 

2015

2016

2017

2018

2019

Total

janeiro

 

40

32

32

22

126

fevereiro

 

33

29

23

36

121

março

 

26

29

28

41

124

abril

 

36

40

33

29

138

maio

 

35

27

25

31

118

junho

 

33

49

25

31

138

julho

8

42

25

28

33

136

agosto

41

44

31

38

43

197

setembro

41

34

29

26

30

160

outubro

50

27

34

23

15

149

novembro

30

18

29

19

 

96

dezembro

17

32

23

24

 

96

Total

187

400

377

324

311

1599

 
Neste dia estiveram ainda presentes o Ministro da Administração Interna, Eduardo Cabrita, o Comandante do Comando Metropolitano de Lisboa da PSP, Jorge Maurício, o Diretor Nacional da Polícia de Segurança Pública (PSP), Luís Farinha, o Comandante da 1ª Divisão de Lisboa da PSP, Superintendente Sofia Godinho, a Presidente do Conselho de Administração do Centro Hospitalar Universitário de Lisboa Central, Rosa Valente de Matos, a Enfermeira Diretora, Maria José Costa Dias, as Administradoras dos Polos do Hospital dos Capuchos, Maria da Luz Cabral, Teresa Vaz Pato e Anabela Gama, a Procuradora Coordenadora da 7ª secção do Departamentos de Investigação e Ação Penal (DIAP), Fernanda Alves e a Técnica Responsável pelo Espaço Júlia por parte da Freguesia de Santo António, Inês Carrolo.
 
25 de novembro:
Em 1999, a Organização das Nações Unidas (ONU) assinalou oficialmente o dia 25 de novembro como Dia Internacional pela Eliminação da Violência Contra as Mulheres. O objetivo da data é alertar a sociedade para os vários casos de violência contra as mulheres, como os casos de abuso ou assédio sexual, maus tratos físicos e psicológicos.