No dia 9 de julho, o presidente da Junta de Freguesia de Santo António, Vasco Morgado, esteve presente numa iniciativa do chef Tanka Sapkota para fazer e distribuir pizzas de qualidade pelas famílias mais carenciadas.

O dono dos restaurantes Come Prima, Forno D’Oro, Il Mercato e Casa Nepalesa – dois dos quais sediado na nossa Freguesia – tem percorrido as 24 Freguesias de Lisboa para providenciar comida de qualidade a estas famílias.

As pizzas são feitas na hora, num forno portátil concebido para o efeito, e ficam prontas em pouco mais de cinco minutos. A iniciativa não é nova, no entanto, Tanka Sapkota explica que desta vez quiseram “divulgar o projeto por todo o lado, porque o mundo está numa situação muito difícil e quisemos dar algo de diferente”.

Entusiasmado com o projeto, o chef explica que pretendem cumprir três objetivos: o de levar a mesma qualidade das pizzas do Forno D’Oro a pessoas que têm dificuldades, até porque também têm direito à qualidade; inspirar as pessoas de outros países a praticarem o mesmo tipo de iniciativa e, acima de tudo “contribuir com um bocadinho de cada um, com o que pudermos – o mundo torna-se melhor muito mais rapidamente”.

Aliás, esta ideia está presente em todo o trabalho da equipa, desde a bancada onde trabalham às próprias t-shirts que utilizam, onde pode ler-se “Não podemos ajudar o mundo… mas podemos ajudar a melhorá-lo”.

Para o chef, este é quase como que “um sonho concretizado”.

“Uma coisa é uma pessoa querer dar, mas dar para o sítio certo é outra coisa completamente diferente. Eu posso ter dinheiro, mas para onde é que o vou dar? Para quem é que vou dar? Se entrego alguma coisa, será que chega ao destino certo? Aqui seguimos uma lista de distribuição para quem realmente precisa e isto é um grande orgulho para nós, porque estamos a entregar à pessoa certa”, explica.

Sobre a iniciativa, Vasco Morgado afirma que quando é para ajudar, “a Freguesia de Santo António está metida ao barulho em todo o lado, não há hipótese”: “Felizmente, quando é preciso dar a cara e um passo em frente, os nossos comerciantes fazem-nos”, remata.

Uma iniciativa da Câmara Municipal de Lisboa em conjunto com as 24 Freguesias da cidade.